AEROLEVANTAMENTO

Mapeamento 3D com VANT, gerando Ortofotos em alta resolução e modelo digital do terreno, possibilitando aplicação na área de mineração, infraestrutura e engenharia, agricultura, silvicultura e meio ambiente.

Aerolevantamento é o conjunto de operações para obtenção de informações da parte terrestre, aérea ou marítima do território nacional, por meio de sensor instalado em plataforma aérea, complementadas pelo registro e análise dos dados colhidos, utilizando recursos da própria plataforma ou de estação localizada à distância.

SERVIÇOS DE AEROLEVANTAMENTO

SAIBA O QUE NÓS PODEMOS FAZER

Ortofoto

Ortofoto é a foto corrigida de todas as deformações presentes na fotografia aérea, decorrentes da projeção cônica da fotografia – que dá à foto um aspecto distorcido, como se a imagem tivesse sido arrastada do centro para as bordas da foto – e das variações do relevo, que resultam em variação na escala dos objetos fotografados. A ortofoto eqüivale geometricamente ao mapa de traço, todos os pontos se apresentam na mesma escala, podendo seus elementos serem medidos e vetorizados com precisão. É possível medir distâncias, posições, ângulos e áreas, como num mapa qualquer.

Modelo Digital de Terreno (MDT)

MDT é a melhor solução para alcançar os resultados ideais do seu projeto. A grande versatilidade é permitir o seu uso em diversos segmentos da engenharia como meio-ambiente, agricultura, mineração, infraestrutura, construção civil, além de entregar resultados com alta qualidade.
O detalhamento das imagens geradas por drones é muito superior. Em comparação com as imagens geradas por satélite e do mapeamento aéreo com aviões tripulados, o mapeamento com drones permite voos mais baixos, alcançando um alto nível de detalhamento do solo. Enquanto com drones a resolução chega a incríveis 1cm de detalhamento, com aviões tripulados esta resolução é de no máximo 10cm e com satélites é de 30cm.

Modelo Digital de Superfície (MDS)

O MDS é a representação altimétrica de todas as feições da área mapeada. Ou seja, cada pixel da imagem representa um ponto mapeado com uma altitude específica. Com a relação entre cada ponto, é possível analisar as formas que recobrem a extensão de terreno mapeado.
O MDS é muito utilizado no planejamento e cadastro urbano, em que construções e objetos como vegetação, calçamento etc. precisam ser levados em conta. Também é utilizado no segmento florestal e de mineração, por permitir de maneira muito precisa o cálculo de volume, pilhas de minérios e árvores cortadas. Isso porque o MDS fornece as informações com o tamanho real dos objetos.

Curva de Nível

É o nome usado para designar uma linha imaginária que agrupa dois pontos que possuem a mesma altitude. Por meio dela são confeccionados os mapas topográficos, pois a partir da observação o técnico pode interpretar suas informações através de uma visão tridimensional do relevo.
Uma curva de nível refere-se a curvas altimétricas ou linhas isoípsas (ligam pontos de mesma altitude), essa é a mais eficiente maneira de representar as irregularidades da superfície terrestre (relevo).

Volumes

Podemos definir volume como o espaço ocupado por um corpo ou a capacidade que ele tem de comportar alguma substância. Da mesma forma que trabalhamos com o metro linear (comprimento) e com o metro quadrado (comprimento x largura), associamos o metro cúbico a três dimensões: altura x comprimento x largura.

Fazemos projetos incríveis, para diferentes áreas da Engenharia.

Entre em contato conosco.
Estamos prontos para te ajudar!

Open chat
Está com dúvidas? Mande uma mensagem!